ASOCIACIÓN LATINA PARA EL ANÁLISIS DE LOS SISTEMAS DE SALUD

Eleições do Comitê ALASS 2020-2022

Como você já sabe, o Congresso 2020 (CALASS) em Lugano foi cancelado.

Também celebraremos a Assembléia Geral da Associação na sexta-feira, 11 de setembro e elegeremos os 25 membros do Conselho de Administração da Associação pelos próximos 2 anos.

Chamo todos os candidatos que desejam dedicar um pouco de seu tempo e energia para apoiar o ALASS. Há apenas uma condição: comprometer-se a participar ativamente das reuniões do Comitê (3 por ano, uma no lugar da conferência anual), bem como nas atividades da Associação.

Missão dos membros do comitê

  • Participar do desenvolvimento estratégico do ALASS (recrutar parceiros individuais, recrutar membros institucionais …) Organize regularmente as atividades do ALASS em seu próprio país (seminários, workshops, CALASS, sessões.
  • Assumir a responsabilidade por determinado trabalho dentro do ALASS (participar do comitê científico do CALASS, informar o ALASS sobre os desenvolvimentos em seu país, participar dos grupos de trabalho do ALASS, …): Você pode encontrar um exemplo em https://www.alass.org/pt/investigacion/.
  • Divulgar em seu país todas as informações sobre o ALASS (ligue para os autores do CALASS, divulgue o programa CALASS, procure participantes para workshops ou CALASS, procure estudantes para apresentar artigos, contatos com autoridades de saúde do seu país, …)

Não é bom para ALASS que apenas aqueles que já estão no comitê continuem. Sangue novo, perspectivas diferentes, novos impulsos, é sempre útil para os jovens ingressarem em uma organização que já tem 31 anos. Não hesite em se apresentar.

Monica De Angelis
Presidente da ALASS

Video do: VIII ATELIER UFPI ALASS – EM CASA

Trabalho e formação da e na política de saúde: produção de conhecimento, atenção hospitalar e intersetorialidade no SUS

Os momentos importantes do VIII Atelier UFPI ALASS 2020  realizado na data de ontem, 23 de junho de 2020 na Universidade Federal do Piauí, e acompanhar as análises de pesquisadores, gestores  de políticas públicas sobre a interfaces entre o Sistema Único de Saúde, as políticas públicas em tempos de COVID 19  realizadas no VIII Atelier UFPI ALASS.

Convidamos a todo(a)s para acompanhar os informes locais sobre VIII Atelier UFPI ALASS na página do Instagram.

Esperando  que apreciem os resultados e já relembrando que teremos o IX Atelier UFPI ALASS em novembro próximo futuro sob o título

IX ATELIER UFPI ALASS FORMAÇÃO PROFISSIONAL E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE:

A INTERSETORIALIDADE COMO UM DESAFIO PARA O SUS

Agradeço pela oportunidade de estabelecer essas relações de parceria que são fundamentais para a realização desse projeto.

Prof.ª Dr.ª Edna Maria Goulart Joazeiro
Docente da UFPI, Brasil
Membro do Comitê Diretivo da ALASS, Barcelona, Espanha
Coordenadora da Comissão Organizadora do VIII Atelier

Georges Borgès Da Silva : Le dénigrement comme mode d’argumentation d’experts français dans le débat scientifique mondial

Le débat scientifique mondial sur le traitement de la covid-19 est perturbé par les passions, les dénigrements et les conflits d’intérêts. La diffusion des informations est amplifiée par les médias et les réseaux sociaux.

Par la pensée critique il faut vérifier les informations qui circulent et rester objectif.

→ Texte intégral :.Le dénigrement comme mode d’argumentation d’experts français dans le débat scientifique mondial

Dr Georges Borgès Da Silva
georges.borges-da-silva@ggbds.org
   

VIII ATELIER UFPI ALASS – EM CASA

Trabalho e formação da e na política de saúde: produção de conhecimento, atenção hospitalar e intersetorialidade no SUS

Acontecerá no dia 23 de junho.

O evento é coordenado pela Prof.ª Dr.ª  Edna Maria Goulart Joazeiro, Chefe do Departamento de Serviço Social da UFPI, Docente do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Membro do Comitê Diretivo da ALASS e pela Prof.ª Dr.ª Lucia Cristina do Santos Rosa, Docente do Departamento de Serviço Social e do  Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas.

O Atelier é uma atividade aberta ao público interessado na temática da Saúde no SUS. O evento discute a relação entre os aspectos estruturais e conjunturais e o processo de formação, de produção de conhecimento na pós-graduação e na graduação, colocando em questão a produção do conhecimento em nível nacional e internacional.

Podem participar do evento, docentes e discentes de graduação e pós-graduação, gestores e profissionais da Saúde, da Saúde e da Rede Socioassistencial de Teresina e Região interessados na temática da inserção no mundo do trabalho e do cuidado na Política de Saúde.

A participação é aberta ao público interessado na temática com gratuidade nas inscrições pelo e-mail: atelier.ufpialass@ufpi.edu.br.

Confira folder do evento.

Objetivo
Visa colocar em discussão relevantes questões relativas aos desafios postos para a formação, a produção de conhecimento e o trabalho coletivo no campo da Saúde em diferentes contextos no Sistema Único de Saúde.

Parceiros
ALASS – Associação Latina de Análise de Sistemas de Saúde
UFPI – Universidade Federal do Piauí, Teresina– Departamento de Serviço Social
Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas UFPI.
Grupo de Estudo e Pesquisa Formação Trabalho, Desigualdade Social e Políticas Públicas, CNPq
PET – Saúde Interprofissionalidade- FMS – Teresina – UFPI

PROGRAMA

Philippe Bolla: Simulation des épidémies de COVID19 en Suisse

Utilisation du Discrete Event Simulation pour simuler des épidémies de COVID19 en Suisse

De nouveaux résultats

Nous avons utilisé un programme de simulation de processus pour modéliser la demande d’hôpitaux en Suisse. Ces programmes sont plutôt utilisés pour modéliser les flux de production (à l’hôpital: ER, salle d’opération, gestion des lits, mais aussi logistique, transport, etc.).

Hemos utilizado un programa de simulación de procesos para modelizar la demanda de hospitales en Suiza. Estos programas se utilizan más bien para modelizar flujos de producción (en el hospital: Urgencias, quirófano, gestión de camas, pero también logística, transportes etc.).

Télécharger étude (Anglais)

Sito dedicato a Gianfranco Domenighetti

È da oggi a disposizione il sito dedicato alla figura e all’opera di Gianfranco Domenighetti, economista sanitario e dottore in scienze sociali, nato a Lugano il 13 aprile 1942 e scomparso a Locarno, a 75 anni, il 17 novembre 2017.

L’iniziativa è stata promossa, in accordo con la famiglia, da un “gruppo amici di Dome”, che riunisce persone che lo hanno conosciuto e apprezzato in contesti diversi, prevalentemente professionali.

Vi sono raccolti materiali legati alla sua attività professionale di alto funzionario dello Stato; ma anche di ricercatore, divulgatore e docente universitario a Losanna, Ginevra e Lugano. Vi si trova pure una sintesi delle passioni che egli ha coltivato per lungo tempo, la fotografia, il disegno e la pittura.

Scopo del sito è far sì che l’importante produzione scientifica e creativa di Domenighetti non vada persa nel tempo, bensì resa disponibile al pubblico in modo ordinato. Di particolare interesse la sezione scientifica. Domenighetti, infatti, è stato autore e coautore di numerose pubblicazioni, dopo essersi fatto conoscere già nel 1995 con il saggio “Il mercato della salute”, tuttora di grande attualità.

Considerevole lo spazio riservato nel sito agli articoli, alle interviste e ai servizi che hanno riguardato sia il suo lavoro di promozione della salute come capo della Sezione sanitaria del Canton Ticino, sia le posizioni via via assunte nel dibattito pubblico, apparsi dai primi anni Ottanta del secolo scorso in poi su una dozzina di testate della Svizzera italiana e sulla stampa confederata.

La consultazione di questi vasti archivi permette di ripercorrere quasi quarant’anni di politica sanitaria. Grazie alle sue analisi scientifiche lucide e documentate, svolte sempre con l’occhio dell’economista, senza invadere il campo clinico, Gianfranco Domenighetti ha saputo rintracciare i pregi ma soprattutto le contraddizioni dei vari sistemi legati alla medicina, diventando una voce autorevole anche a livello internazionale.

Il sito, grazie anche alle testimonianze di alcune persone che lo hanno frequentato, riflette la figura di un ricercatore che dava la precedenza all’informazione e alla comunicazione accessibile a tutti, compito che riusciva a svolgere con buon umore e leggerezza.

In onore di Gianfranco Domenighetti, dalla sua scomparsa ad oggi, lo stesso “gruppo amici di Dome” aveva organizzato l’evento del 28.08.2018 al Palacinema di Locarno, “Ricordando Dome”, riprendendo il titolo del catalogo a lui dedicato. Dopo il vernissage di agosto 2018 al Palacinema, la mostra iconografica delle sue opere artistiche era stata esposta prima presso l’Ospedale Regionale di Locarno e, in seguito, il 21 febbraio 2019, presso l’istituto Mario Negri di Milano, in occasione del meeting Choosing Wisely Italy.

Infine, l’Ospedale Regionale di Locarno ha intitolato alla sua memoria l’aula delle conferenze.

Sito: http://www.gianfrancodomenighetti.ch/

Per ulteriori informazioni sul sito web: info@gianfrancodomenighetti.ch
oppure
Luca Merlini, Direttore Ospedale Regionale di Locarno, tel. 091 811 47 57

Georges Borgès Da Silva : Le confinement est-il plus contaminant que le non confinement ?

A propos de la grande étude sur la séropositivité à la covid-19 en Espagne et surtout des commentaires qui ont suivi sur l’intérêt du confinement, l’objectif de cet article était de montrer qu’il faut analyser avec rigueur les informations qui circulent sur le web.

Merci à Joan Barrubes pour son soutien documentaire.

Selon le Pr Didier Raoult (Twitter, 14 mai 2020) :

« Séroprévalence de 60 000 personnes en Espagne: parmi les travailleurs actifs, ceux qui exercent une profession essentielle et ont continué à sortir ont été moins contaminés par le COVID19 que ceux confinés. Cela doit amener à réfléchir sur le confinement ».
[Ref.: Primera oleada informe seroprevalencia covid-19 en España.]

Par: Georges Borgès Da Silva

 Texte intégral en pdf.

Formation internationale à la recherche bibliographique et à la rédaction scientifique, avec le logiciel gratuit Zotero

Formation internationale à la recherche bibliographique
et à la rédaction scientifique,
avec le logiciel gratuit Zotero

Toulon (France), les 29-30 septembre et le 1er octobre 2020

Le logiciel Zotero gère votre bibliothèque virtuelle dans votre ordinateur ou en partage avec un groupe que vous avez défini.

Il facilite la rédaction scientifique et la gestion de sa bibliographie. Il permet de récupérer automatiquement des références bibliographiques sur l’internet (ou sur un intranet d’entreprise), de sauvegarder et classer ces références, de générer des appels de citations dans un texte (sur Microsoft Word notamment), de réaliser une liste des références classées et mises dans un des 300 styles de présentation admis par les revues scientifiques.

Il renumérote les références lorsque l’on modifie la structure d’un texte. Il permet aussi de créer une bibliothèque virtuelle et de partager des références entre les membres d’un groupe de travail multicentrique. Enfin, il peut réaliser une veille documentaire sur un sujet précis.

Ce logiciel a été conçu par l’Université George Mason (Virginie, USA). La formation utilisera sa version française.

Plus d’information

Antares Consulting: A pandemia da COVID-19. Quais as consequências e orientações para o futuro?

O objetivo deste relatório é fornecer uma perspectiva positiva sobre a análise da complexa situação vivida com a pandemia de Covid-19 e suas conseqüências e implicações para os sistemas de saúde. Apesar do vírus SARS-Cov-2 ainda estar presente entre nós, as semanas em que vivemos já nos fornecem lições e perguntas que teremos que debater nos próximos meses.


A pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2 criou uma situação complexa, inesperada e incerta, que colocou grande stressna sociedade e, em particular, nos nossos sistemas de saúde.

É impossível ler tudo o que foi escrito ou dito sobre a pandemia, mas todos estivemos permanentemente conectados com as informações da COVID-19, diante de elementos que evoluíram ou mudaram significativamente de um dia para o outro. Nesta dinâmica de informação, fomos verificando a deslocação do centro de interesse e mensagens dominantes que modificavam os nossos pontos de atenção: o impacto na saúde, social, económico, etc…

Ainda é cedo para fazer uma avaliação precisa, mas já é possível retirar algumas lições relevantes para os sistemas de saúde. A equipa da Antares Consultinganalisou asituação de diferentes ângulos: o dos diretamente envolvidos, como toda a população; o dos nossos clientes, que nos pediram formal ou informalmente para lidar com certos aspetos da situação nas suas instituições; e como profissionais com competências analíticas, na posição de observadores, para tentar identificar, aprender e interpretar a situação e os comportamentos, particularmente nos serviços de saúde. A nossa presença ativa em vários países permitiu-nos comparar diferentes situações, especialmente porque os territórios sofreram o impacto da pandemia em diferentes momentos.

O objetivo deste documento é trazer uma visão positiva na análise da situação, das suas consequências e implicações para os sistemas de saúde.

Os diretores da Antares Consultingna Bélgica, Espanha, França, Portugal e Suíça realizaram essa reflexão a fim de ajudar a identificar questões que poderiam interessar a policymakerse a responsáveis de serviços de saúde. Os nossos comentários são genéricos e não se aplicam necessariamente a todos os contextos. Também evitámos julgar políticas ou práticas desenvolvidas em determinado contexto. Deixamos ao leitor formar uma opinião sobre esse assunto.

Esperamos que a leitura desta nossa reflexão lhe possa ser útil.

Eduard Portella
Joan Barrubés
Ladislao Honrubia
Paula Rodrigues
Andrée Barreteau
Oscar Dia
Marc Van Uytven
Marta de Vicente

Antares Consulting – Abril 2020

Baixar relatório

In Memoriam Domenico Bochicchio

E’ con grande dispiacere che vi comunichiamo la scomparsa di Domenico Bochicchio. Domenico è stato un socio ALASS molto vicino alla nostra Associazione, partecipando a numerose conferenze, organizzando il CALASS 1998 ad Abano Terme e facendo parte del Comitato ALASS per circa dieci anni.

Domenico era nato nel 1954, nel 1980 si era laureato in medicina e chirurgia a Milano e quindi aveva ottenuto la specializzazione in endocrinologia e poi in statistica ed epidemiologia.

In ambito professionale Domenico aveva svolto numerose attività di ricerca e di consulenza per numerose istituzioni milanesi (Istituto Neurologico Carlo Besta, IPAB Golgi Redaelli di Milano, Istituto Cardiologico Monzino). Aveva inoltre avviato e gestito alcune attività imprenditoriali nell’ambito dell’assistenza e dell’ospedalizzazione a domicilio (co-fondatore di Medicasa Spa, poi entrata nel gruppo Air Liquide, e amministratore di Continuum Srl).

L’ALASS ricorda con piacere e gratitudine i contributi e il sostegno offerti da Domenico all’Associazione, e porge le sue più sentite condoglianze a familiari e amici.

Il Comitato ALASS