ASOCIACIÓN LATINA PARA EL ANÁLISIS DE LOS SISTEMAS DE SALUD

X Atelier UFPI ALASS – Pesquisa e produção do conhecimento: educação, saúde e questão social no SUS

X Atelier UFPI ALASS
Pesquisa e produção do conhecimento: educação, saúde e questão social no SUS

Aniversário de 05 anos do atelier UFPI ALASS 2016-2021

Data: 25 de junho 2021
Horário: 08h30 – Brasil / 14h30 – França

Sob a coordenação da Prof.ª Dr.ª Edna Maria Goulart Joazeiro
Programa de póst-graduaçao em Políticas Públicas
Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPQ
Membro do Comitê diretivo da Alass, Barcelone, Espanha

Transmissão: Canal do YouTube UFPI TV
Palestras: em Francês
Tradução: Prof. Tiago Barbosa Souza, CLE UFPI
Vagas limitadas com inscrição prévia pelo SIGGA
https://sigaa.ufpi.br/sigaa/public/extensao/consulta_extensao.jsf?aba=p-extensao

08H30 – Sessão solene de abertura
Atividade cultural
Por pianiste Luciano Azevedo e Silva, UFPI, Brasil

10H00 – Aula magna inaugural
Desafios da pós graduação e da pesquisa em serviço social em tempos de crise e pandemia

Prof.ª Dr.ª Jane Cruz Prates
Docente do programa de pós graduação em Serviço social,
Pontifícia Universidade Católica du Rio Grande do Sul
Bolsista produtividade em pesquisa do CNPQ

Prof.ª Dr.ª Edna Maria Goulart Joazeiro
Programa de pós graduação em Políticas Públicas, IFPI.
Membro do Comitê diretivo da Alass, Barcelone, Espanha

Presidência

11H30 Debate

14HOO – Palestra
Pesquisa e pós-graduação: desafios diante do desmonte da educação no Brasil

Prof.ª DR.ª Joana Valente Santana
Docente do programa de pós-graduação em Serviço Social / PPGSS UFPA
Coordenadora adjunta da área de Serviço Social na CAPES
Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPQ
Coordenadora do grupo de estudos e pesquisas cidade, habitação e espaço humano (GEP-CIHAB)

Prof.ª Dr.ª Edna Maria Goulart Joazeiro
Programa de pós graduação em Políticas Públicas, IFPI.
Membro do Comitê diretivo da Alass, Barcelone, Espanha

Coordenaçao

115H30 – Debates

16H00 – Aula magna

Estado de bem-estar social, regimes políticos e austeridade fiscal no Brasil
Prof. Dr. Carlos Eduardo Santos Pinho
Docente do programa de pós-graduação em Ciência Sociais da ’Universidade do Vale do Rio Dos Sinos (PPGCS-UNISIONS)
Pesquisador do l’INCT/PPED e do ciclo de altos estudos «Futuros da proteção social», do cCentro de Estudos eEstratégicos da Fundação Oswaldo Cruz (CEE-FIOCRUZ)

Prof.ª Dr.ª Romina Julieta Sanchez Paradizo de Oliveira
Departamento de Ciências Econômicas, Universidade Fédérale du Piauí
Membro do núcleo de pesquisa formação, educação, trabalho e políticas públicas, UFPI, CCHL

Coordination

17H50 – Encerramento
Prof.ª Dr.ª Edna Maria Goulart Joazeiro
Programa de pós graduação em Políticas Públicas, IFPI.
Membro do Comitê diretivo da Alass, Barcelone, Espanha

Atividade cultural
Por pianiste Luciano Azevedo e Silva, UFPI, Brasil

→ Baixar programa do atelier

Resposta dos sistemas de saúde ao Covid-19; Aprendizagem gerada.

(Health system responses to Covid-19; key learnings) .
Temos contribuições para este trabalho colectivo provenientes principalmente da Europa, Canadá e América Latina. O projecto editorial do livro e o capítulo introdutório que estamos a desenvolver centra-se na contribuição das ciências sociais para a análise da resposta à pandemia.
Verificação com a editora, uma vez que o livro será publicado no final da Primavera..

Com: Jean-Louis Denis (Quebec)

Questões de gestão de recursos humanos na saúde num ambiente pandémico

Quarta-feira, 9 de Junho 2021

Muito antes da pandemia do VIDOC-19, muitas vozes tinham sido levantadas para denunciar os problemas gritantes e persistentes da força de trabalho nas organizações de saúde. Várias dimensões do trabalho foram identificadas como problemáticas, incluindo condições de trabalho difíceis, falta de reconhecimento do trabalho de cuidados, e a capacidade de utilizar as próprias capacidades em toda a extensão do seu papel. A pandemia terá tornado estas várias questões ainda mais visíveis, assim como as consequências dramáticas de uma gestão deficiente dos recursos humanos de saúde sobre a população e os trabalhadores deste sector. Neste webinar, propomos dar uma vista de olhos à experiência de trabalho dos profissionais de saúde durante uma pandemia baseada no caso do Brasil e da província de Quebec no Canadá. Após ilustrar as dificuldades experimentadas por estes trabalhadores e as estratégias desenvolvidas para lidar com elas, será proposta uma reflexão sobre como repensar a gestão dos recursos humanos de saúde de uma forma mais progressiva e adaptada às questões contemporâneas que atravessam as organizações de saúde.

Com: Magda Schere e Nancy Côté

O impacto da pandemia da COVID-19 sobre os idosos em casa e nos cuidados residenciais

Quarta-feira, 19 de Maio 202

O pandéoie Covid-19 afectou gravemente os idosos no Quebeque, particularmente os que residem em instituições residenciais. Dez por cento dos residentes destas instituições morreram, o que é muito superior ao que tem sido observado noutros locais no Canadá e em todo o mundo. Muito antes da pandemia, as instituições residenciais no Quebeque foram negligenciadas: perda da sua governação e da sua própria gestão, deterioração da supervisão médica e de enfermagem, escassez de mão-de-obra e instalações físicas dilapidadas. No início da pandemia, estas instituições foram esquecidas devido à falta de protocolos de prevenção e controlo de infecções e à continuação das práticas de mobilidade do pessoal. É necessário pôr em prática medidas correctivas urgentes, mas mais importante ainda é a necessidade de empreender uma ampla reforma destas instituições. A actual solução institucional priorizada deve ser desafiada através da melhoria dos serviços de apoio domiciliário..

Com: Réjean Hébert (Quebec), Olivier Guerin (França) e Joan Barrubés (Espanha)

Como identificamos e respondemos às necessidades de apoio dos prestadores de cuidados?

Quinta-feira, 6 de Maio 2021
Como identificamos e respondemos às necessidades de apoio dos prestadores de cuidados?

No contexto do envelhecimento da população nos países europeus em geral e em França em particular, uma categoria de actores desempenha um papel crucial no cuidado das pessoas idosas com perda de autonomia, a dos “cuidadores familiares”, ou seja, cônjuges, filhos, irmãos, vizinhos, amigos, etc., que prestam pelo menos 80% da assistência prestada às pessoas idosas dependentes. Nos últimos 15 anos, foram feitos muitos esforços para conceber e implementar serviços de apoio aos prestadores de cuidados a fim de evitar o seu esgotamento e ajudá-los a desempenhar o seu papel. No entanto, continua a ser difícil avaliar estas necessidades de apoio e estruturar as respostas correspondentes.
O nosso trabalho sobre o assunto (Gand Hénaut Sardas, 2014) levou-nos a modelar o papel de um cuidador na sua situação de vida com a pessoa “ajudada” baseada num modelo, desenvolvido para a análise do trabalho, da capacidade de um actor para assumir o seu papel num contexto organizacional. Isto permite distinguir diferentes tipos de necessidades, caracterizar a complexidade da situação do cuidador/ajudante dyad, e assim lançar as bases para uma política territorial susceptível de satisfazer estas necessidades.

Sébastien Gand, Léonie Hénaut y Jean-Claude Sardas, Aider les proches aidants – Comprendre les besoins et organiser les services sur les territoires, Éditions des Presses de l’École des Mines, 190 páginas, 2014 (ISBN 978-2-356-71142-7)

Com: Jean-Claude Sardas (França)

O fornecimento de produtos e dispositivos de saúde em tempos de crise sanitária

Quinta-feira, 29 de Abril 2021
O fornecimento de produtos e dispositivos de saúde em tempos de crise sanitária.

Os rupturas temporais de stock de medicamentos e dispositivos de saúde são frequentes durante períodos normais. São frequentemente devidas à dependência dos países industrializados do fornecimento de matérias-primas por razões de custos muito mais baixos.
A pandemia de SARS CoV-2 (Covid-19) mostra que em tempos de crise, esta dependência pode ser agravada por outros factores (capacidade de produção, logística, inacessibilidade financeira) e levar a uma situação de escassez real que é altamente prejudicial para a saúde pública. Este webinar é uma oportunidade para analisar as razões da escassez e para considerar soluções para o futuro.

Com: Catherine Maurain (França), Lise Lamothe (Quebec),  Felix Rigoli (Brasil), Javier Pintos (Uruguay) e Thomas Druetz (Qubec, Burkina Faso).

Introducción a la Interoperabilidad Sanitaria (Formación gratuita)

Introduction à l’interopérabilité en santé

16 avril 2021
12h00 à 14h00

L’interopérabilité est définie comme la capacité des systèmes d’information d’échanger de l’information, et d’interpréter et utiliser l’information échangée. En santé, les défis sont particulièrement grands étant donné l’hétérogénéité des pratiques d’une part, et la diversité des concepts et des standards de représentation informatisée d’autre part. Cette formation vise à initier les participants à l’interopérabilité en santé, ses dimensions techniques, sémantiques et humaines, ainsi que les outils et ressources disponibles pour la faciliter.

À qui s’adresse la formation

  • Professionnels et gestionnaires œuvrant dans le domaine de la santé et qui sont intéressés par la santé numérique
  • Créateurs de logiciels d’aide à la décision
  • Développeurs et analystes intéressés par l’usage des données massives pour alimenter l’intelligence artificielle.

Aucune expérience en informatique requise.

Objectifs et contenu

  • Décrire l’interopérabilité dans ses dimensions techniques, sémantiques et humaines, ainsi que les défis associés en santé
  • Énumérer les principales organisations impliquées dans l’interopérabilité en santé au Québec, Canada et ailleurs dans le monde
  • Décrire les principaux outils pour soutenir l’interopérabilité dans ses dimensions techniques
  • Décrire les principaux outils pour soutenir l’interopérabilité dans ses dimensions sémantiques (données et concepts)
  • Décrire les principales terminologies biomédicales par domaines cliniques
  • Décrire les ontologies biomédicales et les ressources multiterminologiques en santé

Entièrement à distance (Zoom)

GRATUITE

Détails et inscription ici: http://bit.ly/espum-interop

Webinar: Una bussola per il rilancio del SSN

La Direttrice del CRISS, socio istituzionale ALASS, invita a partecipare al webinar/convegno

UNA BUSSOLA PER IL RILANCIO
DEL SISTEMA SANITARIO NAZIONALE

Convegno online di presentazione del volume:

Vicarelli G. e Giarelli G. (a cura di), Libro Bianco. Il Servizio Sanitario Nazionale e la pandemia da Covid-19. Problemi e proposte, FrancoAngeli, Milano, 2020

Giovedì 8 aprile 2021

Dalle 16.00 alle 19.00

Patrocinato dall’Istituto Superiore di Sanità.

Il convegno si propone di presentare e discutere le analisi e le proposte di rilancio del Servizio Sanitario Nazionale di fronte alla pandemia da Covid-19 contenute nel “Libro Bianco. Il Servizio Sanitario Nazionale e la pandemia da Covid-19.Problemi e proposte”, a cura di Giovanna Vicarelli e Guido Giarelli

Sarà possibile seguire l’evento in diretta tramite il canale youtube al seguente link: https://youtu.be/F3E93kQx9UY

Il convegno si propone di presentare e discutere le analisi e le proposte di rilancio del SSN di fronte alla pandemia di Covid-19 contenute nel Libro Bianco frutto del lavoro collettivo di una task force composta da una ventina di sociologi della Sezione di Sociologia della salute e della medicina dell’Associazione Italiana di Sociologia (AIS). Il lavoro indaga scientificamente la configurazione del Servizio Sanitario Nazionale (SSN) di fronte alla pandemia di Covid-19 e definisce alcune linee di azione strategiche sulla base di alcuni principi guida che possono rappresentare una bussola per aumentarne la resilienza e la capacità di risposta ai bisogni emergenti di salute in tempi di pandemia quale contributo alla discussione in atto sul Piano Nazionale di Ripresa e Resilienza (PNRR).

Per iscriversi al convegno è necessario registrarsi tramite il seguente link: Registrazione al convegno.

Scaricabile gratuitamente el Libro Bianco:
Franco Angeli Open Access: http://ojs.francoangeli.it/_omp/index.php/oa/catalog/book/604

Scaricare il programma

Pague por transferência bancária a sua inscrição em CALASS

Para aqueles que preferem pagar a taxa de registro por transferência bancária, fornecemos o formulário de inscrição que pode descarregar a partir deste link.

Você pode se registrar no CALASS 2021 por cartão de débito/crédito, clicando aqui.

Uma vez baixado, preencha as informações necessárias e envie-as por e-mail para diffusion@alass.org, juntamente com o recibo da transferência bancária.

Lembre-se de que as taxas bancárias devem ser incluídas no valor pago.

Obrigado

«Se eu conseguir Covid, leia isto!» Preparação antecipada para uma pandemia

Webinário ALASS – Quarta-feira, 7 de Abril 2021
«Se eu conseguir Covid, leia isto!» Preparação antecipada para uma pandemia.

O novo coronavírus ataca pessoas vulneráveis com rara violência. Numa altura em que os sistemas de saúde estão sob pressão e os serviços de cuidados intensivos estão por vezes saturados, as directivas avançadas e/ou a nomeação de um representante terapêutico são garantias de respeito pela autonomia e autodeterminação dos doentes, confrontados com profissionais e instituições de saúde por vezes forçados a fazer uma triagem, e parentes muitas vezes em situação de grande aflição. Quais são as práticas nesta área? Quais são as salvaguardas éticas? Que ferramentas estão disponíveis?

Com: Philippe Anhorn (Suíça), Ralf Jox (Suíça), Francesca Bosisio (Suíça), Caroline Doppagne (Bélgica), Nicole Barthélemy (Bélgica), Michel Lorange (Quebec), Vincent Dumez (Quebec), Luigi Flora (França).