ASOCIACIÓN LATINA PARA EL ANÁLISIS DE LOS SISTEMAS DE SALUD

Webinário ALASS

Série de webinários ALASS

1er semestre 2021

A «Série de webinários ALASS 2021» apresenta discussão sobre diversas questões levantadas pela pandemia da Covid-19 utilizando uma perspectiva de comparação entre países e seus sistemas de saúde.
Nas últimas décadas, a maioria dos países ALASS não enfrentou um desafio comparável ao colocado pelo novo coronavírus. Vindo de um vírus, a crise teve claramente um impacto imediato nos serviços de saúde e nas medidas de saúde pública para conter a circulação do vírus. Mas a crise espalhou-se rapidamente para além das fronteiras do sistema de saúde e tornou-se uma crise social e económica sem precedentes.
Apesar destas características comuns, as medidas aplicadas nos países ALASS foram variadas, com oportunidades de aprender com as experiências e resultados.

Informações práticas

Duração: 1h30

Hora: 16:00-17:30 (hora de Espanha)

Lingua: Cada webinar tem um moderador. O formato básico envolve uma introdução e depois uma discussão moderada entre os participantes.

Formato e funções: Ogni webinar ha un moderatore. Il formato di base prevede un’introduzione e poi una discussione moderata tra i partecipanti.

Documentação: Os webinars são gravados e o vídeo e um resumo escrito são disponibilizados ao público no website da associação (resumo no website público, vídeo na secção dos membros).

Inscrição: A participação é gratuita para os membros da ALASS. Os webinars podem ser abertos a não-membros por uma taxa de 20 euros por seminário.

Programação

Quarta-feira, 17 de Fevereiro 2021
A utilização de tecnologias de saúde num contexto pandémico.

Objetivo: Descrever como as tecnologias digitais têm sido movilizadas para apoiar os sistemas de saúde no contexto da pandemia; Discutir os desafios da utilização de tecnologias digitais para organizações, profissionais e pacientes; Explorar as condições para garantir uma utilização sustentável das tecnologias digitais após a pandemia.

Com: Marie-Pierre Gagnon (Quebec), Mylaine Breton (Quebec) e Valérie D’Acremont (Suíça) e a participação de: Catherine Maurain (França), Philippe Anhorn (Suíça), Patricia Chico Aldama (México) e Carolina Tetelboin (México).

Baixar apresentações de webinário

→ Tecnologías digitales aplicadas a la clínica en México
Patricia Chico Aldama

→ Recours aux téléconsultations dans le context de la pandémie au Québec
Mylaine Breton et al.

→ Transformaciones tecnológicas en el sistema de salud de México ante la COVID-19
Carolina Tetelboin

Quarta-feira, 3 de Março 2021
Pode o preço baseado na actividade lidar com o desconhecido?

O surto de Covid-19 coloca um desafio aos sistemas de pagamento baseados em actividades para cuidados e serviços de saúde. De facto, o bom funcionamento destes sistemas pressupõe um ambiente estável e previsível que permita o estabelecimento de calendários de taxas e a antecipação dos volumes de actividade. Contudo, é precisamente esta estabilidade e previsibilidade que tem sido posta em causa pelo súbito aparecimento e rápido crescimento de novas categorias de actos e casos. Neste contexto, como é que os países latinos adaptaram os seus sistemas de pagamento ao negócio para lidar com o desconhecido? É a esta questão que este webinar tentará dar respostas, através da análise de casos do Quebeque, Espanha, França e Bélgica. A apresentação dos casos nacionais será precedida de uma rápida recordação de alguns conhecimentos básicos sobre os métodos de pagamento dos serviços e cuidados de saúde, seguida de uma discussão aberta com todos os participantes.

Com: Joan Barrubés (Espanha), Frédéric Kletz (França) e Maude Laberge (Canadá)

Baixar apresentações de webinário

→ La tarification à l’activité peut elle faire face à l’inconnu ?/a>
Joan Barrubés

→ Financement des services de santé au Québec et Covid-19
Maude Laberge

Quarta-feira, 31 de Março 2021
Análise comparativa da gestão de pandemias: desafios e lições aprendidas.

Un confronto internazionale: Brasile, Svizzera, Italia e Canada.
Uma comparação internacional: Brasil, Suíça, Itália e Canadá.
Este webinar irá abordar a gestão da pandemia em 4 países: Brasil, Suíça, Itália e Canadá. Os objectivos deste webinar são apresentar os desafios, sucessos e lições aprendidas na gestão da pandemia em cada país.

Com: Ana-Maria Malik (Brasi), Philippe Anhorn (Suíça), Carlo Di Pietro (Itália), Roxane Borgès Da Silva (Quebec)

 

Quarta-feira, 7 de Abril 2021
«Se eu conseguir Covid, leia isto!» Preparação Antecipada para uma Pandemia.

O novo coronavírus ataca pessoas vulneráveis com rara violência. Numa altura em que os sistemas de saúde estão sob pressão e os serviços de cuidados intensivos estão por vezes saturados, as directivas avançadas e/ou a nomeação de um representante terapêutico são garantias de respeito pela autonomia e autodeterminação dos doentes, confrontados com profissionais e instituições de saúde por vezes forçados a fazer uma triagem, e parentes muitas vezes em situação de grande aflição. Quais são as práticas nesta área? Quais são as salvaguardas éticas? Que ferramentas estão disponíveis?

Com: Philippe Anhorn (Suíça), Ralf Jox (Suíça), Francesca Bosisio (Suíça), Caroline Doppagne (Bélgica), Nicole Barthélemy (Bélgica), Michel Lorange (Quebec), Vincent Dumez (Quebec), Luigi Flora (França).

para

Quinta-feira, 29 de Abril 2021
O fornecimento de produtos e dispositivos de saúde em tempos de crise sanitária.

Os rupturas temporais de stock de medicamentos e dispositivos de saúde são frequentes durante períodos normais. São frequentemente devidas à dependência dos países industrializados do fornecimento de matérias-primas por razões de custos muito mais baixos.
A pandemia de SARS CoV-2 (Covid-19) mostra que em tempos de crise, esta dependência pode ser agravada por outros factores (capacidade de produção, logística, inacessibilidade financeira) e levar a uma situação de escassez real que é altamente prejudicial para a saúde pública. Este webinar é uma oportunidade para analisar as razões da escassez e para considerar soluções para o futuro.

Com:Catherine Maurain (França), Lise Lamothe (Quebec),  Felix Rigoli (Brasil), Javier Pintos (Uruguay) e Thomas Druetz (Qubec, Burkina Faso).

 

Quinta-feira, 6 de Maio 2021
Como identificamos e respondemos às necessidades de apoio dos prestadores de cuidados?

No contexto do envelhecimento da população nos países europeus em geral e em França em particular, uma categoria de actores desempenha um papel crucial no cuidado das pessoas idosas com perda de autonomia, a dos “cuidadores familiares”, ou seja, cônjuges, filhos, irmãos, vizinhos, amigos, etc., que prestam pelo menos 80% da assistência prestada às pessoas idosas dependentes. Nos últimos 15 anos, foram feitos muitos esforços para conceber e implementar serviços de apoio aos prestadores de cuidados a fim de evitar o seu esgotamento e ajudá-los a desempenhar o seu papel. No entanto, continua a ser difícil avaliar estas necessidades de apoio e estruturar as respostas correspondentes.
O nosso trabalho sobre o assunto (Gand Hénaut Sardas, 2014) levou-nos a modelar o papel de um cuidador na sua situação de vida com a pessoa “ajudada” baseada num modelo, desenvolvido para a análise do trabalho, da capacidade de um actor para assumir o seu papel num contexto organizacional. Isto permite distinguir diferentes tipos de necessidades, caracterizar a complexidade da situação do cuidador/ajudante dyad, e assim lançar as bases para uma política territorial susceptível de satisfazer estas necessidades.

Sébastien Gand, Léonie Hénaut y Jean-Claude Sardas, Aider les proches aidants – Comprendre les besoins et organiser les services sur les territoires, Éditions des Presses de l’École des Mines, 190 páginas, 2014 (ISBN 978-2-356-71142-7)

Com: Jean-Claude Sardas (França)

 

Quarta-feira, 19 de Maio 2021
O impacto da pandemia da COVID-19 sobre os idosos em casa e nos cuidados residenciais.

O pandéoie Covid-19 afectou gravemente os idosos no Quebeque, particularmente os que residem em instituições residenciais. Dez por cento dos residentes destas instituições morreram, o que é muito superior ao que tem sido observado noutros locais no Canadá e em todo o mundo. Muito antes da pandemia, as instituições residenciais no Quebeque foram negligenciadas: perda da sua governação e da sua própria gestão, deterioração da supervisão médica e de enfermagem, escassez de mão-de-obra e instalações físicas dilapidadas. No início da pandemia, estas instituições foram esquecidas devido à falta de protocolos de prevenção e controlo de infecções e à continuação das práticas de mobilidade do pessoal. É necessário pôr em prática medidas correctivas urgentes, mas mais importante ainda é a necessidade de empreender uma ampla reforma destas instituições. A actual solução institucional priorizada deve ser desafiada através da melhoria dos serviços de apoio domiciliário..

Com: Réjean Hébert (Quebec), Olivier Guerin (França) e Joan Barrubés (Espanha)

Quarta-feira, 9 de Junho 2021
Questões de gestão de recursos humanos na saúde num ambiente pandémico.

Muito antes da pandemia do VIDOC-19, muitas vozes tinham sido levantadas para denunciar os problemas gritantes e persistentes da força de trabalho nas organizações de saúde. Várias dimensões do trabalho foram identificadas como problemáticas, incluindo condições de trabalho difíceis, falta de reconhecimento do trabalho de cuidados, e a capacidade de utilizar as próprias capacidades em toda a extensão do seu papel. A pandemia terá tornado estas várias questões ainda mais visíveis, assim como as consequências dramáticas de uma gestão deficiente dos recursos humanos de saúde sobre a população e os trabalhadores deste sector. Neste webinar, propomos dar uma vista de olhos à experiência de trabalho dos profissionais de saúde durante uma pandemia baseada no caso do Brasil e da província de Quebec no Canadá. Após ilustrar as dificuldades experimentadas por estes trabalhadores e as estratégias desenvolvidas para lidar com elas, será proposta uma reflexão sobre como repensar a gestão dos recursos humanos de saúde de uma forma mais progressiva e adaptada às questões contemporâneas que atravessam as organizações de saúde.

Com: Magda Schere e Nancy Côté

Quarta-feira, 23 de Junho 2021
Resposta dos sistemas de saúde ao Covid-19; Aprendizagem gerada.

(Health system responses to Covid-19; key learnings) .
Temos contribuições para este trabalho colectivo provenientes principalmente da Europa, Canadá e América Latina. O projecto editorial do livro e o capítulo introdutório que estamos a desenvolver centra-se na contribuição das ciências sociais para a análise da resposta à pandemia.
Verificação com a editora, uma vez que o livro será publicado no final da Primavera..
Com: Jean-Louis Denis (Quebec)

21 janeiro, 2021