ASOCIACIÓN LATINA PARA EL ANÁLISIS DE LOS SISTEMAS DE SALUD

Chamada aos autores

CALASS 2018 LYON

6-7-8 Septembre 2018
Université Jean Moulin
AMPHITHÉATRE MALRAUX
(Site de la manufacture des tabacs)

 

A inovação e os sistemas de saúde

Objetivos da ALASS

A ALASS é uma associação científica e profissional que tem como objetivo a promoção de intercâmbios e o desenvolvimento de investigações conjuntas, assim como a formação de investigadores de diferentes países de cultura latina no campo da análise dos sistemas de saúde.

Os campos de interesse da ALASS são:

  • A planificação, organização e gestão dos serviços de saúde.
  • A análise dos fatores que influenciam as condições de saúde e a utilização dos serviços.
  • O desenvolvimento de métodos de avaliação das práticas profissionais, tecnologias e ações de promoção da saúde.
  • A análise das políticas e estratégias de intervenção sanitária.

Em todas as suas atividades, a associação dá especial atenção ao contexto específico dos países de cultura latina.

Sócios

Estão convidados a integrar-se na ALASS todos os investigadores, profissionais, gestores, planificadores e analistas do setor da saúde, de cultura latina ou os que se identifiquem com a mesma. Todos os sócios da ALASS devem poder falar pelo menos uma língua latina e entender bem as outras. A ALASS deseja que todos os sócios possam se expressar na sua própria língua e ser entendidos pelos outros.

Línguas do congresso

As línguas oficiais do Congresso são as línguas latinas. Os resumos, os textos para o prémio de excelência e as apresentações do Congresso poderão ser feitas em qualquer língua neolatina: francês, espanhol, italiano, português, entre outras.
Se a apresentação oral for feita em português, espanhol, italiano, romeno ou catalão, os slides deverão necessariamente estar em francês. Caso a apresentação seja em francês, os slides deverão necessariamente estar em espanhol, italiano, português, romeno ou catalão.
Esta regra permite que a compreensão por parte de todos os participantes seja mais fácil.
As comunicações só poderão ser apresentadas se forem acompanhadas de slides.
Os pôsteres deverão incluir um resumo redigido em francês e num outro idioma latino.
As apresentações que não seguirem as orientações acima serão excluídas.

Material técnico

As salas do Congresso serão equipadas com videoprojector e computador portátil. Projetor de transparências só com pedido específico. Outras exigências devem ser comunicadas até o dia 1 de julho para alass@alass.org

Tema central: A inovação e os sistemas de saúde

O mundo socio economico tende a colocar em questão os sistemas de saúde. A inovação é a chave para se adaptar constantemente às metamorfoses do mundo. A inovação pode assumir formas variadas: organizacional, material, relacional para se colocar perante as questões atuais e futuras. Ao escolher este tema para a edição de 2018 do Congresso da ALASS foi nossa intenção abrir o debate sobre os desafios nacionais e internacionais nos processos de inovação sob todas as suas formas e em todas as disciplinas. Como se adaptar às inovações tecnológicas, às evolução das mentalidades das populações sob cuidado mas também daquelas dos profissionais de saúde ? Quais as alternativas existentes para aumentar a qualidade e a eficácia dos nossos sistemas de saúde em benefício de todos os envolvidos?

Temas a desenvolver : a inovação em todos os seus estados:

  1. Organizacional, tecnológica, de serviços ao paciente/residente, cuidador, na educação, inovação intra organizacional, inter institucional, regional, nacional, internacional, …
  2. Políticas de saúde médico sociais inovadoras
  3. Formas jurídicas de inovação : parcerias, redes…
  4. Apoios institucionais e apoio à inovação
  5. Da inovação a sua difusão : criação, difusão, institucionalização de novas práticas
  6. A avaliação das inovações
  7. A resistência à inovação e as estratégias para sua redução

Todos os trabalhos de pesquisa e todas as práticas profissionas relacionados a esses temas são bem vindos. O envio de propostas de comunicação coordenada deve ser feito apresentando o número do tema.

Outros temas da ALASS

Uma vez que a ALASS é uma associação que possui sócios cujos interesses são muito diversificados, apresentações ou sessões específicas poderão ser propostas sobre outras problemáticas relevantes a respeito da análise de sistemas de saúde, como:

Epidemiologia e saúde pública, prestação de cuidados continuados, condições de acesso e equidade, organização de serviços em redes integradas, itinerários diagnósticos e terapêuticos e integração do hospital no território, saúde mental, financiamento de serviços de saúde, logística, instrumentos de gestão, tecnologias de informação e comunicação, gestão de riscos nos hospitais, modelos organizacionais, modelos de gestão de competências e de conhecimentos para assistência aos trabalhadores da saúde, formação de profissionais para a saúde, educação à distância, governança, políticas sanitárias nacionais, descentralização dos sistemas de prestação de cuidados de saúde, relações público-privadas, educação para a saúde e comunicação pública, direito à saúde, as desigualdades na saúde, saúde e migração, e assim por diante.

As comunicações serão organizadas em torno de temas comuns que se combinarão em sessões do Congresso. Convidamos os sócios da ALASS e os participantes do Congresso a propor a organização de sessões especiais sobre assuntos do seu interesse particular.

Participação no CALASS 2018

Estão previstos 4 tipos de participação:

 

1. Propostas de comunicação

Cada proposta de comunicação deve adotar o seguinte modelo, sem ultrapassar duas páginas (de 400 a 800 palavras no máximo):.
Consulte modelo abstract para CALASS 2018.

  • a seleção do tema: tema principal do CALASS 2018 ou algum dos outros temas da ALASS;
  • a seleção da sessão, se for sobre algum tema principal do CALASS 2018: escolher uma das sessões propostas;
  • o título da comunicação;
  • os autores e suas instituições profissionais;
  • endereço, e-mail e número de telefone do autor com quem devemos estabelecer contato;
  • os objetivos da investigação;
  • o contexto e a descrição do problema;
  • as teorias, os métodos, os modelos e os materiais utilizados;
  • os resultados e a discussão;
  • s contribuições e o interesse da comunicação em relação ao estado da arte ouàs práticas atuais;
  • de 3 a cinco palavras chave.

A avaliação das propostas de comunicação será realizada com base na qualidade, originalidade e clareza.
Os resumos que não corresponderem ao modelo serão excluídos.
Serão aceitos até dois resumos por apresentador.

Comunicações

O texto final e completo comprende de 5000 a 10.000 palavras. Um resumo de 100 a 200 palavras em outra língua latina deve preceder o texto final com cinco palavras chave, os nomes dos autores e seu endereço profissional.

Apresentação Oral

As apresentações orais têm uma duração média de 15 a 20 minutos. É indispensável que a apresentação oral seja num idioma diferente do suporte visual (powerpoint, transparências). Se a apresentação oral for feita em português, espanhol, italiano, romeno ou catalão os slides deverão necessariamente estar em francês. Caso a apresentação seja em francês, os slides deverão necessariamente estar em espanhol, italiano, português, romeno ou catalão.
Esta regra permite que a compreensão por parte de todos os participantes seja mais fácil.
As comunicações só poderão ser apresentadas se forem acompanhadas de slides.
As apresentações que não seguirem as orientações acima serão excluídas.

2. Poster

Encorajamos a apresentação de pôsteres. A proposta deve ter uma estrutura semelhante à das comunicações (ver acima). Cada pôster não deve ultrapassar 10.000 palavras e deve conter um resumo escrito em português e num outro idioma latino. Existe um espaço de exposição reservado aos pôsteres durante todo o congresso. Uma sessão específica será dedicada à apresentação dos pôsteres pelos autores.
É permitido apenas uma inscrição de pôster por apresentador.

3. Organização das sessões

Convidam-se as pessoas interessadas em organizar uma sessão sobre um assunto específico a apresentarem o mais rápido possível o seu projeto a alass@alass.org
O organizador de uma sessão deverá obter pelo menos três comunicações que tratem do tema específico para a sessão proposta

4. Participação simple

Todos os interessados podem assistir às atividades do Congresso, mesmo sem apresentar comunicações, pôsteres ou sem organizar sessões.

⧰⧱⧰⧱⧰⧱⧰⧱⧰⧱⧰⧱⧰⧱⧰⧱⧰⧱

Todas as propostas de participação com comunicações ou pôsteres, além das propostas de organização de sessões, devem ser encaminhadas até 02 Maio de 2018 à secretaria técnica:

ALASS
Marc Aureli, 5, local 3
E-08006 Barcelona
E-mail : alass@alass.org
Fax : 0034 93 202 33 17

Calendário

02-05-2018   Data limite para o envio de resumos que aparecerão no programa preliminar.

30-05-2018   Notificação de aceitação por parte da Secretaria da ALASS.

15-07-2018   Data limite para encaminhar o texto completo da comunicação ou do pôster, permitindo concorrer ao prémio de excelência e estar incluído no programa definitivo.

01-08-2018   Data limite para aceitar as propostas de comunicação ou poster. Os textos que chegarem após esta data só poderão ser inseridos no site da ALASS.

Importante:   Apenas os participantes que estiverem inscritos regularmente no Congresso poderão apresentar as comunicações e os pôsteres. As inscrições estão limitadas a 290 participantes.

Comisão científica local

Presidente: Véronique Zardet, Professeur, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin

Membros:

Jacques Bonnet, Professeur Emérite, Faculté des Lettres et Civilisations, Université Jean Moulin
Marc Bonnet, Professeur, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin
Céline Broggio, Professeur, Université Paris 13
Virginie Chasles, Maître de conférences, Faculté des Lettres et Civilisations, UMR 5600 EVS, Université Jean Moulin
Elisa Chelle, Docteur et Ingénieur de recherche, Chaire Valeur du soin, Faculté de Philosophie, Université Jean Moulin
Frantz Datry, Docteur et directeur de programme, ISEOR, Lyon
Denis Fière, Professeur émérite, Hospices Civils de Lyon, Université Claude Bernard Lyon.
Marc Frachette, Docteur et Consultant, CapO2
Philippe Garnerin, Docteur, Responsable du service d’information médico-économique, Hôpitaux Universitaires de Genève.
Nathalie Krief, Maître de conférences, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin
Sylvie Mira-Bonnardel, Maître de conférences HDR, ISEOR, Magellan, École Centrale de Lyon
Christophe Pascal, Maître de conférences HDR, Directeur, IFROSS, Faculté de droit, Université Jean Moulin
Paul Perrin, Professeur, Hospices Civils de Lyon
Renaud Petit, Maître de conférences, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin
Maïté Rateau, Docteur, Intervenant-chercheur, ISEOR, Lyon.
Alexis Roche, Maître de conférences, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin
Henri Savall, Professeur émérite, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin
Didier Vinot, Professeur, Co-Directeur de la Chaire Valeur du soin, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin

Conselho diretor da ALASS

Philippe Anhorn, Suisse
Joan Barrubés, Espagne
Maurizio Battino, Italie
Georges Borges da Silva, France
Roxane Borges da Silva, Canada
Patricia Chico Aldama, Mexique
Monica De Angelis, Italie (Président)
Carlo De Pietro, Suisse
Johanne Gagnon, Canada
Marie-Pierre Gagnon, Canada
Edna Maria Goulart Joazeiro, Brésil
Berta Maria Iradier, Espagne
Noemi Javaux, Belgique
Philippe Kohl, Belgique
Ana Maria Malik, Brésil
Catherine Maurain, France
Frédérique Quidu, France
Magda Scherer, Brésil
Abdesselam Taleb, Algerie
Carmen Tereanu, Italie
Carolina Tetelboin Henrion, Mexique
Véronique Zardet, France

Comitê Organizador do Congresso

Coordenação geral

Véronique Zardet, Professeur, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin (zardet@iseor.com).

Membros:

Alexis Roche, Maître de conférences, ISEOR, Magellan, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin
Christophe Pascal, Maître de conférences HDR, Directeur, IFROSS, Faculté de droit, Université Jean Moulin
Virginie Chasles, Maître de conférences (Géographie de la santé), Faculté des Lettres et Civilisations, UMR 5600 EVS, Université Jean Moulin
Catherine Parmentier, Directrice de la communication, iaelyon School of Management, Université Jean Moulin

Secretariado Técnico Congresso

Luisa Falcó. ALASS. alass@alass.org

Instituições organizadoras

Université Jean Moulin e seus componentes: iaelyon, Faculté de Philosophie, IFROSS

 

 

 

Local do evento

AMPHITHÉATRE MALRAUX
Site de la manufacture des tabacs
Université Jean Moulin
8 cours Albert Thomas
Lyon
Métro Station Sans Souci – Ligne D

20ª Edição dos «Prémios de Excelência na Análise dos Sistemas de Saúde»

Por ocasião do CALASS 2018, a ALASS fará entrega pelo 19º ano consecutivo dos seus prémios de Excelência na Análise dos Sistemas de Saúde.
O prémio de excelência «comunicação» será atribuído à melhor comunicação”
O prémio de excelência «poster» será atribuído ao melhor poster.
Os trabalhos serão selecionados anteriormente por um júri “ad hoc” da ALASS entre os manuscritos apresentados ao congresso.

O prémio de excelência «poster» consiste a inscrição gratuita no congresso CALASS 2019 que deverá se realizar em Montréal, Canada.

O prémio de excelência «comunicação» consistirá no prêmio de 300 euros. Este Prêmio é patrocinado por uma instituição Lyonnaise.

Atas do Congresso CALASS 2018

As comunicações aceitas pela Comissão e apresentadas na sessões e comunicação serão publicadas nas atas do Congresso 2018, na Revista Eletronica CALASS cujo ISSN é1988-7914.

ALASS conta com o apoio de:

Belgique

  • Cliniques Universitaires Saint-Luc – Université Catholique de Louvain
  • Université Libre de Bruxelles, Hôpital Erasme, Bruxelles
  • Santhea, Fédération hospitalière, Bruxelles-Namur
  • Centre Hospitalier Universitaire Sart Tilman, Liège
  • Union Nationale des Mutualités Socialistes, Bruxelles

Brasil

  • Federaçâo Nacional dos Farmacêuticos-FENAFAR

Canada

  • Secteur de la Santé Publique, Université de Montréal

France

  • Institut de recherche et documentation en économie de la santé, Paris
  • Ecole des Hautes Etudes en Santé Publique, Rennes
  • Université Jean Moulin Lyon 3 – iaelyon School of Management

Italie

  • Centro interdipartimentale per la Ricerca e l’Integrazione Socio-Sanitaria. Università Politecnica delle Marche, Ancona

Luxembourg

  • Centre de Recherche Public de la Santé, Luxembourg

México

  • Departamento de Atención a la Salud, División de Ciencias Biológicas y de la Salud. Universidad Autónoma Metropolitana-Xochimilco
  • Instituto de SaludPública de la Universidad Veracruzana. Veracruz

République de Moldavie

  • Asociaţia de Economie, Management şi Psihologieîn Medicină, Chisinau

Roumanie

  • Asociatia Romana de Sanatate Publica si Management Sanitar – ARSPMS

Suisse/Svizzera

  • Département de la Santé et de l’Action Sociale. Canton de Vaud, Lausanne
  • HUG, Genève
19 Fevereiro, 2018